curiosidades

Curiosidades E Imagens Sobre o Teiú Branco

O teiú branco está entre as seis espécies de teiús existentes, elas são, a de nome científico tupinambis rufescens, teiú argentino ou teiú vermelho; tupinambis palustris ou teiú palustre; tupinambis longilineus ou teiú comprido; tupinambis dusenil ou teiú mascarado; tupinambis quadrilineatus ou teiú de quatro linhas; e de um único gênero diferente, a salvator merianae, teiú comum ou teiú gigante.

Curiosidades Sobre O Teiú

O teiú branco é parecido com o teiú argentino e podem chegar a ser até confundidos. Curiosamente a nomeação do seu gênero com maior número de espécies, a tupinambis, é em homenagem ao grupo indígena brasileiro tupinambá.

Como típicos répteis que são, dependem da temperatura externa para regular a sua temperatura interna e consequentemente o seu metabolismo, ou em outras palavras, têm o sangue frio, desta forma, sempre habitam regiões tropicais ou temperadas. Têm o hábito diurno e como predadores que são, caçam durante o dia e descansam durante a noite, são predadores com a força de sua mandíbula e com seus dentes pontiagudos e afiados vertebrados e artrópodes, mas também se alimentam de carniça como restos de animais mortos encontrados e como onívoros que são, vegetais em geral.

[youtube https://www.youtube.com/watch?v=S28x5V6QukQ?feature=oembed&w=618&h=348]

Outras características dos teiús em geral é sua língua rosa e comprida que também são usadas para capturar a sua presa. Sua coloração negra com manchas brancas ou amarelas e o fato de quando ainda não serem totalmente desenvolvidos ou serem mais jovens, terem a cor esverdeada, que vai ganhando a coloração final ao longo do tempo. São ovíparos e botam até trinta ovos por reprodução, que incubam por até noventa dias. Felizmente, o estado de conservação dos teiús é pouco preocupante atualmente. Os teiús são os maiores lagartos presentes na América do Sul.

Curiosidades Sobre O Teiú Branco

[youtube https://www.youtube.com/watch?v=VZdPCT3ynAI?feature=oembed&w=618&h=348]

Todos os teiús habitam o Brasil e no caso do teiú branco, é a mais comum e a maior espécie encontrada no nosso país, podendo chegar a medir até dois metros de comprimento, isto não só na natureza mas em cativeiro também, em que são cuidados com o seu viveiro o mais próximo possível do seu habitat natural, com pedras, troncos de árvores, areia, iluminação, temperatura e umidade adequados, até porque como dissemos são animais que regulam a sua temperatura interna e o seu metabolismo, como animais de sangue frio que são, através da temperatura externa.

Curiosamente essa temperatura ideal varia de vinte e oito a trinta e dois graus celsius e a umidade do ambiente diz respeito a cerca de quarenta porcento do ambiente. O cuidado com a sua alimentação em cativeiro é a base de carnes, como a do também réptil, rã, ovos e como típicos onívoros que são, claro que não poderia faltar as frutas e os vegetais em geral.

Na natureza sua alimentação é bem abrangente e não tão específica, quando o assunto é carne, suas presas são pequenos mamíferos, pássaros e seus ovos, outras espécies de répteis, com as já citadas rãs, anfíbios, insetos e até crustáceos e e vermes, quanto a outros alimentos que os fazem serem onívoros e não carnívoros, folhas, flores e seus frutos. Os criadores de galinhas que habitam as mesmas regiões que ele que se cuidem, pois como também podem ser encontrados em áreas urbanas, sua fama se deu pela sua gula por galinhas e seus ovos, como ladrão de galinheiros.

Também habitam regiões florestadas e com vegetação, mais especificamente a Amazônia, o Cerrado e a Caatinga, onde tem o hábito de ficarem em áreas baixas, como na terra, nos capins baixos e nas pedras. São nas mesmas áreas que põem seus ovos e os incubam por cerca de noventa dias quando se reproduzem, podendo botar de doze a até trinta ovos por vez.

As Espécies De Lagartos E Os Seres Humanos

Mas não pensem que por ser tão criado em cativeiro e de certa forma conviver entre humanos por ser encontrado em áreas urbanas, que o teiú branco ou o teiú brasileiro como também é nomeado, é considerado um animal passivo, pelo contrário, são definidos como agressivos. A sua preferência como a da maioria das espécies de lagartos é fugir diante de uma situação de ameaça, como quando são presas de outros animais ao invés de predadores, mas quando não é possível, acabam recorrendo a ataques com sua cauda grossa e comprida. Mas reforçando, isto só quando se sentem ameaçados, por este motivo o seu ataque a seres humanos não é algo comum.

Apesar de ser um lagarto de porte grande e predador, assim como os três lagartos venenosos, o dragão de komodo, o lagarto de contas e o monstro de gila, não devem colocar tanto medo quanto.

Curiosamente há registros de ataques de lagartos venenosos a humanos e até casos que levou a vítima a morte. Sim! O veneno de um lagarto é capaz de levar um humano a morte ou em menores gravidades, a necrose de parte do seu corpo atingida se não for socorrida a tempo ou somente machucar dependendo do ataque e da agilidade do atendimento especializado. Há quem considere que humanos estão na sua lista de presas.

Formas De Sobrevivência

[youtube https://www.youtube.com/watch?v=pHMyAv8EIy0?feature=oembed&w=618&h=348]

Outra curiosidade sobre as diversas espécies de lagartos quando vão se defender diante da impossibilidade de fuga, que é a sua preferência, neste caso se tratando especialmente das espécies menores e não das maiores citadas até então, é que têm a capacidade de soltar a sua cauda do seu corpo como forma de distrair o predador em questão, possibilitando assim a sua fuga.

Outro fato curioso ainda sobre isto é que também são capazes de regenerar sua cauda deixada como forma de sobrevivência, isso durante toda a sua vida. Uma forma de reconhecer se sua cauda já foi desprendida ou não, é a gordura presente na mesma, quanto mais gordinha, maiores as chances de ainda não ser uma cauda regenerada.

Ainda sobre a sua fisiologia curiosa, como todos os répteis assim como a característica de precisarem da temperatura externa para regular a temperatura interna, trocam de pele regularmente e sua raspagem em troncos e galhos de árvores, ajudam a agilizar este processo, se soltam em forma de pele seca, fina e esbranquiçada, nada parecido com as suas cores quanto tem a capacidade de mudarem de cor para se camuflar de predadores na natureza, atrair o sexo oposto para acasalamento ou regular a temperatura do seu corpo. Como claramente vimos, não é por menos que são considerados os répteis mais diversificados em portes, cores e hábitos.

Fonte: portaldosanimais.com.br/curiosidades/teiu-branco-curiosidades-e-imagens

Deixe seu comentário...

%d blogueiros gostam disto: