passaros

Saiba Tudo Sobre o Codorniz-serrano

codorniz-serrano possui o nome científico de Oreortyx pictus e é uma ave da família Odontophoridae, sendo que no Brasil ela é chamada de perdiz-das-montanhas, colim-serrano ou codorniz-das-montanhas. Em inglês é conhecida como mountain quail.

Distribuição do codorniz-serrano

Essa ave possui o seu habitat na América do Norte, tendo maior incidência nos Estados Unidos. Habita as Montanhas Rochosas dos Estados Unidos e a Península da Baixa Califórnia no México. Também foi introduzida na Colúmbia Britânica, no Canadá, e pode ser encontrada em locais de altitude a até 3.000 metros acima do nível do mar. Geralmente ela não costuma migrar e foram encontradas cinco subespécie dessa ave.

Características físicas do codorniz-serrano

Medindo entre 26 a 38 centímetros, uma das principais características físicas dessa ave, e que a torna inconfundível, é a sua crista com duas penas grandes, sendo que nas fêmeas ela é um pouco menor. As asas são curtas e levemente arredondadas, sendo na cor marrom. A plumagem da sua face e área superior da sua cabeça é marrom e a do seu peito é na cor cinza. A parte lateral das suas asas possui uma plumagem colorida, mesclando marrom, branco e ruivo.

Locomove-se caminhando, sendo que se movimenta de forma ágil sobre a vegetação rasteira e arbustos. O seu voo é quase sempre curto e explosivo, com um bater de asas muito rápido, especialmente se estiver se sentindo ameaçada. Em seguida volta ao normal e se desloca vagarosamente para o solo.

Alimentação do codorniz-serrano

A alimentação dessa ave consiste principalmente de sementes, folhas, flores, bulbos e outros tipos de materiais vegetais. Também alimenta-se de insetos e fungos, sendo que os filhotes acabam por serem quem se alimentam mais de insetos.

Reprodução do codorniz-serrano

Essa ave é monogâmica e raramente são encontrados em bandos. A fêmea costuma nidificar em árvores ou arbustos que fiquem próximos da água e, geralmente, põe entre 9 a 10 ovos brancos numa única postura. O tempo médio de incubação (realizada pelo macho e pela fêmea, com maior participação da fêmea) é de 22 dias e os filhotes saem do ninho com seus pais momentos depois dos ovos chocarem.

Fonte: casadospassaros.net/codorniz-serrano

Deixe seu comentário...

%d blogueiros gostam disto: