passaros

Curiosidades sobre as Corujas

Caçadoras, símbolo de sabedoria, entre outras analogias, a coruja é um animal envolto de mistério e algumas de suas características nós compartilharemos ao longo desse texto. Retomando a sua primeira característica descrita, a de caçadores, elas são exímias nessa arte e a fazem bem por dois de seus traços essenciais: o ouvido apuradíssimo e a capacidade de ficar em silêncio. Quanto à essa última, elas conseguem ficar estáticas em total silêncio por muito tempo, contando ainda com uma plumagem especial que não deixa o ar afetar sua audição. O design das asas da coruja também permite um voo silencioso, dando a elas a capacidade de chegar até as presas de forma discreta e fatal.

Por Que Ela é Símbolo de Sabedoria?

Por causa da influência da mitologia grega, já que a própria Atena, deusa da sabedoria e da guerra, tinha como animal de estimação uma coruja. A noite era considerada um momento de revelação intelectual e pensamento filosófico para os gregos e como a coruja é uma ave de hábitos noturnos, acabou representando bem essa busca pelo saber. Há ainda outra analogia relacionada à sua capacidade de enxergar no escuro que fortalece esse estereótipo: por conseguirem enxergar no escuro, são como filósofos, capazes de ver e entender coisas que a maioria das pessoas não consegue perceber. De acordo com o helenista Antônio Medina Rodrigues, o animal se tornou também símbolo de feiúra com seus olhos grandes e desproporcionais. Ela segue o estereótipo do sábio, que geralmente é alguém que se preocupa mais com as divagações interiores que com a aparência externa. Além disso, ela era chama de “ugla” numa língua nórdica antiga, termo que imita o som que a ave emite e ainda daria origem ao termo “ugly” em inglês, que traduzido para nosso idioma é “feio”.

Já no Império Romano

Ela não se tornou símbolo de sabedoria em todas as culturas. Tomando o Império Romano como exemplo, nela a ave era considerada agourenta e seu canto era como um presságio da morte. Algumas espécies costumam fazer seus ninhos em cemitérios, isso porque lá as árvores crescem sem perturbações e as cavidades de nidificação são confortáveis e grandes, o que acaba por fortalecer o mito.

Suas Asas Servem de Inspiração para Engenheiros Aeronáuticos

São eles quem estão pesquisando e estudando características das asas da coruja para assim aperfeiçoar projetos. A capacidade delas de voar silenciosamente, inclusive em voos rasantes, se deve a características como a estrutura ampla e curvada das asas, forma ideal para deslizar lentamente, e ainda um conjunto de penas aveludadas que ajudam a absorver o som. Como se não bastasse, as penas da extremidade das asas são serrilhadas, para assim dispersar e suavizar a turbulência do ar efetivamente – bem bacana, não?

Comportamentos Impressionantes Descobertos há Pouco Tempo que as Diferenciam das Demais Aves

Uma descoberta impressionante feita observando a convivência entre filhotes de corujas-das-torres revelou como eles podem ser solidários. Pesquisadores notaram que o alimento era repartido igualmente entre eles e ainda, alguns eram capazes de ceder sua parte para os irmãos menores e mais famintos – mostra de altruísmo raro até mesmo entre caçulas humanos. Além disso, esses tais descobriram que as corujas expressam seus desejos e necessidades através de uma série de cantos, pios, trinados e latidos bem regrada e complexa, linguagem essa que os investigadores estão tentando decifrar.

E Durante o Dia, Onde elas Ficam?

Em galhos de árvores e até em cavernas ou fendas. Há ainda espécies que se enfiam em tocas e buracos cavados no chão, como é o caso da buraqueira. Há ainda as que usam do espaço urbano para se abrigar, fazendo isso em telhados, forros de casas velhas e torres de igrejas. A camuflagem é uma ferramenta de sobrevivência a qual elas recorrem quando estão nas matas, para poderem dormir tranquilas sendo confundidas com os galhos das árvores. Corujas também podem ser ativas e enxergam bem durante o dia, mas como seus hábitos são noturnos, elas usam o dia para descansar e podem por esse motivo ficar suscetíveis a predadores como cobras e aves maiores.

A Habilidade de Virar a Cabeça Quase Toda para Trás

A coluna cervical delas é o que permite tal feito, sendo composta de vértebras extremamente flexíveis. A grande surpresa, no entanto, é que todas as aves têm essa habilidade de contorcionismo, só que nas corujas ela fica mais evidente porque seus olhos são frontais. Outro fator que também faz o movimento da coruja chamar mais atenção é a grossura de seu pescoço, que por ser coberto por uma densa plumagem, faz com que tenhamos uma percepção equivocada de sua grossura. As aves possuem o dobro de vértebras na coluna cervical em comparação a um mamífero, para as corujas isso é muito bom, já que seus olhos apesar de grande são praticamente imóveis.

O Sistema Auditivo Extremamente Desenvolvido

Espécies como a coruja-barrada, a coruja-das-torres, a corujinha e o corujão têm um dos sistemas auditivos mais aguçados já conhecidos. Elas são capazes de escutar uma presa em potencial se mexendo mesmo que profundamente sob camadas de neve, gramas ou folhas, isso além de identificar as espécies de roedores e ainda avaliar se estão suculentos o suficiente ou ainda num período de gestação tendo apenas o som emitido por eles como base. Os ouvidos das corujas são surpreendentemente grandes e posicionados de forma assimétrica em ambos os lados do crânio, isso de forma a ajudar a localizar melhor a origem do som.

O fato de o pescoço girar bastante também aumenta ainda mais a capacidade de captação sonora. Seu rosto achatado, também conhecido como disco facial serve como uma espécie de antena de satélite, cuja finalidade é captar ondas sonoras que são direcionadas então às orelhas por penas rígidas e especializadas, todas na circunferência do disco. A coruja-das-torres tem o disco facial em forma de coração, enquanto que outras espécies o têm em forma de torta. Graham Martin sugere que os olhos na dianteira são resultado de seus ouvidos poderosos, já que de tão grandes, só reservaram a opção deles ficaram na frente mesmo.

Fonte: portaldosanimais.com.br/curiosidades/curiosidades-sobre-corujas

Deixe seu comentário...

%d blogueiros gostam disto: