bicudo, bicudo do norte, bicudo preto, bicudo verdadeiro, fêmea de Bicudo, fêmea do Bicudo, passaros, pássaros

Bicudo (Sporophila maximiliani)

Nome Científico

Sporophila maximiliani (antes tratado como genero Oryzoborus)

Também conhecido como bicudo-do-norte (SP), bicudo-preto e bicudo-verdadeiro, o bicudo (Sporophila maximiliani) é uma ave passeriforme da família Thraupidae.

Seu canto melodioso, semelhante a uma flauta, faz do Bicudo (Sporophila maximiliani) um dos pássaros canoros mais famosos do Brasil. Costumam viver em áreas isoladas próximas às regiões alagadiças, pelos estados de Minas Gerais, Bahia e também na região Centro-Oeste. São pássaros territorialistas e nos períodos de acasalamento, não permitem que outros pássaros entrem em seu território.

O macho apresentar o corpo todo preto e ser um pouco maior (15 cm em média). A coloração do bico e o canto variam de uma região para outra. Para campeonatos os bicudos são divididos de acordo com seu estilo de canto (fibra, canto, canto livre, peito de aço e pardo). Entre os cantos mais apreciados encontramos o Goiano, o Alta Mogiana e o Grego.

Possui os sentidos da visão e audição muito apurados e um bico cônico utilizado com destreza na alimentação. Podem viver cerca de 30 anos e valer verdadeiras fortunas.

Devido à caça predatória os Bicudos encontram-se ameaçados de extinção e só podem ser comercializados junto aos criadores que estejam legalmente registrados no IBAMA. O não cumprimento desta legislação é caracterizado por crime ambiental inafiançável.

Alimentação

As rações de manutenção Alcon, Alcon Eco Club Curió e Alcon Club Curió, foram desenvolvidas para atender completamente as exigências nutricionais das espécies as quais se propõem, devendo ser oferecida como base da dieta. Outros alimentos devem ser utilizados exclusivamente com caráter de enriquecimento ambiental (distração), 2 vezes por semana em pequenas porções, ou seja, perfazendo no máximo ¼ da alimentação diária.

O requerimento nutricional das aves se modifica durante o ano. Em períodos como: muda de penas, estresse, convalescença e reprodução, as exigências protéicas e lipídicas tendem a aumentar, desta forma, torna-se essencial à complementação da dieta de manutenção, linha Alcon ECO Club e Alcon Club. Nestes períodos sugerimos o uso diário das FarinhadasAlcon Club Top Life, associado à dieta de manutenção, perfazendo ¼ da alimentação. Estas mesmas associações podem ainda, ser usadas no período de manutenção de 2 vezes por semana, como distração.

Reprodução

A fêmea do Bicudo, assim como os exemplares jovens, apresenta uma coloração marrom que os diferencia do macho adulto, que é preto com apenas uma manchinha branca em cada asa.

Recomenda-se ter cuidado ao juntar o casal para a reprodução, não devendo dispor para o acasalamento Bicudos com menos de 1 ano de idade. A utilização de ninhos tipo cestos, semelhantes aos de Canários, ou feitos com casca de coco seca é indicada. Disponibilize fibras vegetais e capim para a forração do ninho.

A fêmea coloca dois ovos em média e os choca por cerca de 18 dias. Após o 20º dia do nascimento os filhotes já estão prontos para deixar o ninho, porém ainda serão alimentados pelos pais até a fêmea começar a nidificar, ou seja, próximo do 45º dia, época em que realizam a primeira muda.

Manutenção

Bicudo pode ser mantido em um viveiro que contenha uma árvore bem copada ou em gaiolas de 60 cm de comprimento, 35 cm de altura e 25 cm de largura, com uma divisória para separar a fêmea dos filhotes no momento certo.

Limpar diariamente os recipientes de água e comida, bem como a gaiola, são fundamentais para prevenção de doenças. Bem como, acrescentar um recipiente onde ele possa, eventualmente, banhar-se. O banho ajuda também durante o período do choco, garantindo a umidade para os ovos.

Evitar locais muito movimentados e com correntes de vento, principalmente na época da muda.

Fonte: alconpet.com.br

Deixe seu comentário...

%d blogueiros gostam disto: